Construção com Terra

 

 
Moradia na Aroeira.
Moradia na Aroeira.

Materiais em obra.

press to zoom
Moradia na Aroeira.
Moradia na Aroeira.

Preparação do Adobe.

press to zoom
Casa em Arraiolos.
Casa em Arraiolos.

Paredes já com o revestimento exterior.

press to zoom
Moradia na Aroeira.
Moradia na Aroeira.

Materiais em obra.

press to zoom
1/14

Vários locais

Exemplos deste material aplicado em vários projetos, desde reconstruções a construções de raiz.

Adobe

 

Ainda visto como um material pouco nobre, o Adobe, está a ganhar popularidade dado o seu caracter sustentável e ecológico e as inúmeras vantagens que tem.

Essencialmente é constituído por terra, água e palha, ou outras fibras naturais, sendo a mistura misturada por meios artesanais ou semi-industriais, sendo depois moldado em tijolos e secos. Posteriormente são empregues na construção como os tradicionais tijolos.

Algumas das vantagens do Adobe são:

  •  Utilização de material regional, podendo ser preparado no local da construção com bastante rapidez na preparação dos tijolos;

  •  Muito resistente;

  •  Baixo custo (materiais locais e económicos);

  •  Conforto térmico: a massa térmica permite manter um ambiente interior muito fresco, resistindo às altas temperaturas;

  •  Isolamento acústico;

  •  Inércia térmica: garante a minimização de variação térmica, mantendo uma temperatura agradável no interior.

Quinta da Terra.
Quinta da Terra.

Casa original.

press to zoom
Quinta da Terra.
Quinta da Terra.

Reconstrução das paredes com taipa.

press to zoom
Quinta da Terra.
Quinta da Terra.

press to zoom
Quinta da Terra.
Quinta da Terra.

Casa original.

press to zoom
1/7

Quinta da Terra, São Domingos, Santiago do Cacém

Exemplo deste material aplicado numa reabilitação de uma moradia integrada numa quinta.

Taipa

 

A Taipa é uma técnica de construção antiga que tem adquirido popularidade dado o seu perfil sustentável e natural.

Este material é composto por terra (argila ou barro), cascalho, areia, gravilha, por vezes um estabilizador caso seja necessário. Esta mistura é depois colocada em cofragens (taipais) que têm a forma desejada. O material é depois compactado, manualmente com um pilão ou através de meios mecânicos, até ficar com cerca de 50% do volume original, criando uma estrutura resistente e durável.

Algumas das vantagens deste material são:

  • Baixo custo dos materiais, fabricado com materiais locais, no local da obra, com rapidez e muito pouco desperdício;

  • Biodegradável;

  • Não inflamável;

  • Resistente e durável;

  • Conforto térmico: capacidade de manter estável uma temperatura amena no interior da construção em períodos muito quentes ou muito frios;

  • Inércia térmica: massa térmica absorve calor durante o dia e liberta-o à noite;

  • Isolamento acústico.